terça-feira, 23 de agosto de 2011

Red Hot Chilli Peppers - Blood Sugar Sex Magic


     Já que voltei a postar, vamos para uma segunda dica do dia. Esse é o álbum do Red Hot Chili Peppers que eu mais gosto. Ouçam e confirmem a qualidade desse álbum de 1991. A influência funk rock está muito mais presente neste álbum que nos álbuns mais recentes da banda.

Baixe:

Red Hot Chili Peppers - Blood Sugar Sex Magic

A banda mais bonita da cidade


    Voltando a postar após um longo recesso, venho postar sobre essa banda que tem estourado na internet. A banda lançou o videoclipe no youtube da música "Oração" e, pela sua originalidade, boa produção e músicos de qualidade, conquistou muitos fãs. Resolvi então ouvir um pouco mais para saber se a banda era realmente boa. A conclusão foi que têm-se ai uma banda com excelente futuro. Sua sonoridade alegre, com bons vocais e instrumental leve é muito agradável.
    Os curitibanos tem tudo para ser um sucesso logo menos.




Baixar:

A banda mais bonita da cidade

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Papaco é o rei

Sei que não é de música, mas esse vídeo mudou minha vida!!


domingo, 12 de junho de 2011

Indicação - Stereomood


Desta vez faço uma indicação de site para os leitores. O site Stereomood tem um conceito muito interessante e acho que nunca vi algum parecido. Nele você clica em alguma emoção ou momento que está a fim de ouvir.  Por exemplo, é possível escolher playlists de alegria, calma, de quem acabou de acordar, de domingos de manhã e muitas outras opções. Recomendo muito esse site. Segue o link:

                                                                       Stereomood

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Sharon Jones and the Dap Kings


  Sharon Jones and the Dap Kings é uma banda com influências de soul e jazz, que mistura uma boa quantidade de virtuosismo e talento a uma voz poderosa para formar um som de qualidade indiscutível. Tudo começou em 2002 com a gravação do primeiro álbum da banda. A história deles porém, começa antes, quando a banda se chamava Soulproviders e Sharon Jones era apenas uma aspirante a cantora. Ela, por sinal começou cantando em corais de igreja e fazia pontas em algumas músicas de artistas mais conhecidos. Ela pensou em desistir, abandonando tudo e virando carcereira de prisão, antes de ser segurança de cofre forte.
  A sua sorte mudou quando foi chamada para fazer backing vocals e acabou se destacando. Tendo 4 álbuns lançados, a banda atingiu maior sucesso quando os dap kings foram convidados paa gravar o álbum de Amy Winehouse, o famoso "Back to Black". Desde então a banda tem crescido exponencialmente, sendo que o último álbum "I learned the hard way" é em minha opinião algo que supera os trabalhos anteriores e pode ser cotado como um dos melhores álbuns lançados nos últimos anos. Vale a pena conferir!









Sharon Jones and the dap kings - I learned the hard way

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Beethoven Cup Symphony

Apesar de curto, esse vídeo é genial. Uma das passagens mais rápidas tocadas na música clássica.

domingo, 22 de maio de 2011

Jerry Reed


      

       Jerry Reed Hubbart foi cantor, instrumentista e ator. Nascido em Atlanta em 1937, inicou sua carreira musical lançando seu primeiro álbum intitulado "If the good Lord's willing and the Creek don't rise". Reed tocava uma música country, porém um pouco diferente da música country mais conhecida hoje em dia. Suas músicas tinham uma guitarra afiada e muito bem executada, a famosa rockabillity. Ele se diferenciou pelo seu estilo de guitarra, voz e por letras muito divertidas. No meio country Jerry Reed era conhecido como o "Guitar Man". 
     Jerry Reed ainda foi ator, atuando em mais de 12 filmes, alguns dos quais sucessos na época. Ele começou atuando em 1975 e fez seu último filme em 1998. 
     Gosto muito da música tocada por Reed, é uma música descontraída, com uma levada bem interessante e como um grande admirador de country, Jerry Reed é meu artista favorito do gênero. 
     Abaixo ponho alguns vídeos dele e um álbum disponível para baixar.



  



segunda-feira, 2 de maio de 2011

Validuaté

 
   Hoje venho apresentar a banda Validuaté, oriunda do Piauí. Aliás, é por sinal a única banda que conheço do Estado. Conheço a banda há pouco mais de 6 meses e ouvindo não conseguia definir qual era o estilo musical deles. A solução foi procurar na internet o que outras pessoas e a própria banda diziam sobre seu estilo, e a resposta foi a esperada, eles não tem estilo definido. Assim como outras bandas postadas aqui, o Validuaté é uma mistura de diversos ritmos, entre eles, samba, baião, heavy metal, brega, reggae, mpb.... Enfim, podemos perceber a diversidade que a banda procura.
   Formada por estudantes de letras, a banda faz uma música que preocupa-se com a poética da música, ao mesmo tempo que mescla os elementos que se propõe a utilizar e compõe músicas primorosas. Suas composições são ideais para escutar em momentos tranquilos e tem um quê antigo angumas músicas. Apesar de ser ideal para momentos tranquilos, não é uma música parada que vai te dar sono, já que tem uma levada e um swing muito interessante.
  Espero que gostem e fiquem curiosos para conhecer essa banda excelente.







sexta-feira, 29 de abril de 2011

The Ragbirds


  Depois de um tempão sem postar, estou voltando. Perdão para quem acompanha o blog, mas épocas de prova na faculdade são uma merda.
  Bom, e para voltar com tudo, apresento uma banda que recentemente é a que mais tenho escutado, o The Ragbirds. Originários dos Estados Unidos, a banda não se limitou à influência musical regional e aproveitou influências de diversas partes do mundo para criar seu som.
  A vocalista e violinista da banda Erin Zindle admite que é mesmo difícil definir o estilo, o qual ela define como "infectious global groove". Isso seria em uma análise mais detalhada, um folk-rock com influências celtas, percursão africana, música latina e mais uma porção de outras coisas. Isso torna a banda muito interessante tendo em vista que a mistura desses elementos é feito de maneira primorosa e tem uma incrível voz como liderança.
  A banda já tem 3 álbuns gravados, sendo que na minha opinião, o segundo álbum "wanderlove" é o mais destacado e que caracteriza melhor a banda. Confiram o trabalho da banda que com certeza irá torná-lo fã.



terça-feira, 5 de abril de 2011

Wilson das Neves


   Wilson da Neves é carioca, nascido em 1936. Cantor, compositor e baterista, começou sua carreira aos 14 anos tocando na escola Flor do Ritmo. Deste começo, Wilson partiu para diversos projetos, os quais participou com grandes instrumentistas. Gravou me sua carreira 8 discos acompanhado de sua banda.
   O som feito por Wilson das Neves é aquele samba das antigas, cheio de qualidade, com letras saudosistas e de excelente qualidade. Ouvi-lo remonta a tempos antigos e mesmo quem não era nascido sente esse clima clássico em suas composições. 
   Recomendo que escutem o álbum " O som sagrado de Wilson das Neves", que por sinal conheci através do blog parceiro " Música e Cerveja". Abaixo segue o link do blog.







sexta-feira, 25 de março de 2011

Ganeshas


  A banda Ganeshas é originária do Rio de Janeiro. Apesar do nome que remonta a uma divindade da religião hindu (me perdoem os hindus se eu falei besteira), a banda não faz nenhum som indiano e para falar a verdade não apresenta nenhum elemento da cultura da Índia nas melodias.
  O que representa mesmo o quinteto é a sonoridade MPB, cheia de guitarras, por vezes distorcidas, e uma levada muito interessante. É interessante a maneira que as músicas do mesmo álbum variam quanto a sua classificação. No início uma canção de MPB com um violão de nylon bem marcante, no meio algumas canções que lembrar o grande rock caipira brasileiro e no final uma cantiga.
  Com certeza é uma banda que une diversos elementos da música brasileira, tomando influencias de estilos distintos e os une fazendo algo muito agradável aos ouvidos.
  Vou deixar algumas músicas para vocês conhecerem e deixar o link do site da Trama Virtual, onde é possível baixar as faixas e ouvir de graça.





quarta-feira, 23 de março de 2011

Hayseed Dixie




   A banda Hayseed Dixie é america formada em 2000. A idéia da banda é transformar os clássicos do hard rock em música country, ou mais especificamente rockgrass. Entre as bandas que recebem versões novas de suas músicas estão AC/DC, Kiss, Aerosmith, The Darkness, Led Zeppelin, Queen,  entre outros. 
  Utilizando-se de instrumentos como violão, baixo, contrabaixo acústico e banjo, os americanos fazem covers da mais alta qualidade e com uma sonoridade característica do bom e velho country, com uma levada rápida e precisa.
   O fato é que a princípio, o interesse pela banda é apenas para saber como ficam as canções em versão country, mas a banda consegue ir além e provocar uma vontade de ouvir por gosto. 
    A seguir posto alguns dos covers que mais gostei.
    Comentem para que o blogueiro tenha um retorno de como está indo o blog.











sábado, 19 de março de 2011

quinta-feira, 17 de março de 2011

Paganini_Caprice_no_24

Uma bela composição tocada por uma chinesa extremamente habilidosa.



terça-feira, 15 de março de 2011

Plant -Page Kashmir


Basicamente sensacional essa música!!
Um clássico para os leitores do blog!!
Aproveitem!




segunda-feira, 14 de março de 2011

Edu Krieger



    Edu Krieger é cantor, instrumentista e compositor carioca já consagrado na cena musical porém pouco conhecido para o público em geral. Começou sua carreira como compositor de teatro e acompanhava artistas, muitos deles já consagrados como Sivuca, Alceu Valença, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Nilze Carvalho e Fátima Guedes. Além disso, gravou discos com Zé Ramalho, Tânia Alves e outros artistas. Para o seu currículo entra também o prêmio shell pela trilha sonora do filme " O auto da compadecida".
    Tardiamente Edu começou sua carreira solo. O álbum intitulado "Edu Krieger" foi lançado em 2007 e tem uma grande sonoridade tendo inclusive várias de suas canções regravadas por outros artistas. 
Já o seu segundo álbum "Correnteza" o artista mostrou mesmo que veio pra ficar. Pessoalmente acho este álbum maravilhoso, dotado de uma grande sutileza. Edu referiu-se ao título do álbum comparando-o com sua vida e carreira, em que tudo vai acontecendo conforme a correnteza, mas eu acredito que o álbum inteiro tem esse ritmo de correnteza, um samba rock leve, virtuoso e com letras muito bem humoradas. 
   Com certeza Edu Krieger tem muito a crescer e se firmar como um dos grandes nomes do samba. Recomendo que baixem o álbum pois os vídeos que pus abaixo são do artista tocando solo, enquanto no álbum há todo um arranjo que encaixa perfeitamente e que agrada muito.




terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Buena Vista Social Club


O grupo Buena Vista Social Club dispensa apresentações, sendo um marco na história da música latina. Todo originou-se em Havana, Cuba, onde na década de 40 havia um clube com o nome que viria a tornar-se da banda. Lá diversos músicos se reuniam para tocar e a casa era aberta ao público dançar. A casa fechou alguns anos depois. Foi então que num ato saudosista, o músico cubano Juan Marcos González e o guitarristas americano Ry Cooder, resolveram décadas depois reunir os músicos que tocavam no clube e formar um grupo que seria um dos mais populares de música latina.
A banda obteve sucesso tocando o melhor da música cubana, inclusive excursionando para vários países realizando shows. Foi nesta turnê que o diretor alemão Wim Wenders resolveu gravar o show da banda em Amsterdã e posteriormente no Carnegie Hall em Nova York. Unindo as gravações com entrevistas com os músicos e com filmagens da cidade de Havana, foi feito um documentário intitulado "Buena Vista Social Club" que obteve um sucesso absurdo, ganhando inclusive muitos prêmios de documentário em festivais na Europa.
A música da banda é de excelente qualidade que é em boa parte devido aos grandes instrumentistas da banda. Misturam-se muitos instrumentos com a influência musical do país e o resultado é uma música dançante, cativante e fascinante. Um dos segredos é a mistura de ritmos latinos, que tira aquela mesmice que por vezes aparenta ter um disco só de bolero ou só de salsa.
Enfim, esta é uma banda daquelas que não se pode deixar de ouvir, recomendo que baixem o álbum e escutem todas as músicas.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Cravo Carbono



Minha primeira postagem bêbado e apresentando essa banda paraense que tanto aprecio. O Cravo Carbono surgiu em 1996 em Belém do Pará ( aliás, não sei porque só Belém que acrescenta o nome do estado, você não fala São Paulo de São Paulo ou Salvador da Bahia, mas enfim....).  A banda tem como característica principal, a presença da guitarrada. Este movimento foi criado pelo Mestre Vieira e consiste na mistura de cumbia( a dancinha do Tévez), merengue e carimbó. O som da banda é bem diferente e contagiante, sempre com uma guitarra marcante pelos riffs rápidos e inspirados no movimento. O som da banda é algo de difícil apreciação em uma primeira ouvida, porém após acostumar-se com o som da banda, vira algo sensacional.

Segue abaixo a descrição que iniciei no último post.

Estilo musical: Mistura de ritmos, entre eles a guitarrada, brega e o rock.
Membros: 4
Instrumentos: Bateria, guitarra, baixo.
Álbuns: Mundo açu, Peixe vivo e Córtex.
Músicas para ouvir: Marx marex, Café BR, Supernada, A marcha e Brasileiros invadem o mundo da moda.
Criatividade: 8,5
Inovação: 8,5
Técnica: 6,5
Animação: 7
Letras: 8,5



Como há poucos vídeos no youtube, segue um link para baixar o álbum :

Baixem!!

http://www.4shared.com/file/rPD8b7YR/Cravo_Carbono_-_2007_-_Crtex.htm

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Wilson Simonal canta Meu limão meu limoeiro

Eis ai um gênio musical, Wilson Simonal. Pena que não é do meu tempo, menos mal que temos alguns vídeos ainda.

Flogging Molly



Resolvi mudar um pouco a maneira de descrever a banda e fazer uma ficha técnica, sendo que alguns dos quesitos avaliados de 0 a 10 são opiniões portanto peguem leve ao julgá-los.
Ficha Técnica:
Origem: Estados Unidos
Estilo musical: Punk celta
Membros: 7
Instrumentos: Guitarra, violão, violino, acordeão, bandolim, banjo, bateria, baixo e piano.
Álbuns:  Alive Behind the Green Door,  Swagger , Drunken Lullabies Within a Mile of Home, Whiskey on a Sunday, Complete Control Sessions, Float e Live From the Greek Theatre.
Músicas para ouvir: Float, Drunken Lullabies, Saltydog, If I ever live this world alive, The worst day since yesterday, Devil's dance floor e Seven deadly sins.
Criatividade: 7,5
Inovação: 8
Técnica: 7
Animação: 9
Letras: 7,5

Com certeza, o que a banda criou e o modo como ela conseguiu integrar os elementos de sua música é de se admirar e inova a maneira de se pensar o punk rock. O estilo músical mostra que pode-se adicionar elementos diferentes e que num primeiro instante parecem não se encaixar, e ainda assim obter um resultado de primeira.
Recomendo a todos dêem uma chance a esta banda, que irá com certeza viciar você. Com letras sobre a Irlanda e sua história, bebedeiras, amor e morte, misturado a sua harmonia de primeira, os fãs de punk não podem reclamar.





quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Paulinho Nogueira - Bachianinha no.1

Hoje posto uma das composições de violão que mais gosto!!
Espero que gostem!!


terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Infectious Grooves


    Saudações leitores!!
    Depois uma semaninha viajando e sem internet, volto a escrever no blog. 
    A banda sobre a qual vou escrever hoje é o Infectious Grooves. Os americanos tocam um funk metal de primeira, sendo que seu próprio nome já diz que há muito "groove" em sua musicalidade. Integraram a banda grandes nomes do rock como o baixista Robert Trujillo ( Metallica) e Stephen Perkins (Ex- Jane's addiction).  Atualmente os dois saíram da banda e foram substituídos por Steve Brunner e Eric Moore. 
   Desde o princípio a banda foi liderada pelo vocalista Mike Muir. E com a antiga formação foram lançados 4 álbuns, sendo o último em 2000. Após o último lançamento a banda se separou para que seus integrantes investissem em projetos pessoais. Os 4 álbuns lançados merecem muita atenção e se preparem para escutar um som muito carregado e cheio de riffs, com uma presença muito marcante do baixo. 
   Como um grande fã de Red Hot Chilli Peppers, eu não poderia deixar de citar a semelhança com o som mais antigo da banda, nos tempos em que o Red Hot era o mais puro funk rock.  Portanto fica mais enfatizado ainda o porquê de os Infectious Grooves serem tão bons.
   Em 2008 a banda voltou realizando turnês pelo mundo, inclusive teve uma visita ao Brasil, no SWU.

Confiram alguns vídeos da banda:









sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Gin Wigmore



   Hoje vou postar pela primeira vez em 2011 e pela primeira vez vou postar sobre uma cantora. Mulheres com grandes vozes era algo que realmente estava fazendo falta ao blog, particularmente porque no mês anterior, eu estava ouvindo muito rock e isso acabava refletindo nas postagens.
   A incrível cantora que apresento é Gin Wigmore, uma neo-zelandesa de 24 anos. Aos 16 anos, quando morava na Argentina, Gin perdeu seu pai acometido de câncer, o que a levou a retornar para a Nova Zelândia. Com a perda recente de seu pai, a cantora escreveu uma música retratando o que sentia e mandou para um concurso internacional de compositores derrotando mais de 11000 competidores. Após este feito com a canção "Hallelujah", ela continuou procurando evolução musical e sua música tornou-se excepcional. Com um EP e um álbum de estúdio até agora, tudo leva a crer que ela tem tudo para ser uma das grandes cantoras da história. 
    Seu estilo musical é um folk rock com pop, mas sem sombra de dúvida o que marca em suas músicas é sua voz diferenciada. Soa muito parecido com Amy Winehouse de fato, mas com muito menos bizarrice.
   Não recomendarei nenhuma música em especial para que escutem seu álbum inteiro. Claro que preciso postar algumas músicas para conhecerem, então aqui estão: