sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Rômulo Fróes


  Hoje venho escrever sobre um grande compositor que até pouco tempo atrás não conhecia, o Rômulo Fróes. Nascido em São Paulo em 1973, o artista iniciou sua carreira solo lançando um EP após ter tocado em uma banda chamada Losango Cáqui.
    O cantor é sob a minha concepção, um artista que produz música sem rótulos e que preza pela qualidade. De fato houve uma mudança brusca na linha dos albuns produzidos. Inicialmente Rômulo fazia um samba triste com pitadas de indie rock, o que lhe rendeu a alcunha de sambista indie, que logo foi rejeitada pelo cantor.
    Com o passar do tempo seu estilo foi se aproximando do rock, sendo que muitas das composições foram sambinhas que depois receberam arranjos voltados para o rock. Para consolidar isso o cantor lançou o álbum "No chão sem chão", dividido em duas sessões. Recomendo que escutem o álbum que tem uma sonoridade muito diferente e que facilmente leva o ouvinte a se afeiçoar pelas canções.
    Escutem "Sei lá", "Suíte", "Pra fazer sucesso", "Qualquer coisa em você mulher", "Anjo" e "Deserto Vermelho".


Confiram:

Rômulo Fróes - Sei lá
Rômulo Fróes- Qualquer coisa em você mulher
Rômulo Fróes- Anjo

Um comentário:

Rafhael Vaz disse...

Valeu cara!!
Tá adicionado!

Abraços!!